Seguidores

domingo, 11 de dezembro de 2011

A História do Nordeste

É comum, ao estudarmos História Geral, nos depararmos com a divisão didática da mesma em: Antiguidade, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea. Bem, ao lermos a história da região nordestina brasileira, podemos também classificar a mesma de acordo com algumas características básicas: O Velho Nordeste: O início se dá com a Independência do Brasil em 1822. Algumas das características principais são o Cangaço e os Movimentos Messiânicos (O Reino da Pedra Bonita-Pe, Belo Monte-Ba (Canudos), Juazeiro do Norte-Ce, etc.) onde houve intervenção armada por parte do poder público, podemos citar ainda o estilo de vida camponês com o pouco contato da população com os grandes centros urbanos da época. Sabemos que é arbitrário usar datas para dividirmos os períodos da história, mas podemos perceber que esse período se extendeu até 1959, quando, nos anos 60, a região começou a aderir à cultura citadina que se tornava acelerada no Centro-Sul do país. O Médio Nordeste: Esse período da história nordestina se inicia em 1960, as principais características desse período são a crescente migração da população para os centros urbanos e o êxodo do sertanejo para São Paulo. O fim desse período pode ser datado do ano 2000, quando a energia elétrica começou a chegar no campo e o povo passou a ter acesso às tecnologias típicas dos centros urbanos. O Nordeste Contemporâneo: Inicia-se por volta do começo da década de 2000, com o acesso crescente da população camponesa aos meios de comunicação como a TV, a Internet e o abandono, em parte, de tradições mais antigas, como por exemplo, a música tradicional nordestina, as festas populares religiosas, alguns alimentos típicos, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário