Seguidores

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Poemas

Coração Oblíquo

Contemplo todos os arredores,
estou sobre uma alta montanha,
este meu coração oblíquo
me transforma nesta pessoa estranha.
Não me encaixo na correnteza,
sou como um sonho,
na solidão consigo me encontrar.
Longe de todos,
estou à margem
um forte vento sopra no meu rosto,
minhas emoções interagem.
Sou como um guerreiro forjado na batalha,
eu luto contra o mundo,
não encontro um lugar para mim,
sou como uma nave que imerge lá para o fundo.
Os meus olhos veem a aurora,
o sangue pulsa em minhas veias,
na batalha conquisto a vitória,
uma chuva torrencial me acalma
e me lava da escória.

poema de Edson




Alter Ego

Que força é essa
que me impele às portas da insanidade?
Que poder é esse
que tenta me ludibriar
e me seduz à tola idéia
de que posso ser imortal?
Me afogo num grande lamaçal,
se me calo
me sinto o mais mísero homem
sobre a terra.
Quero...Não... não quero, devo,devo exteriorizar
o que o outro eu me obriga a escrever.
Ninguém jamais viu minha outra face,
a minha face oculta
como o lado oculto da lua.
Todos os que se arriscaram a ir até lá,
jamais voltaram,
até o meu eu conhecido treme
ao ouvir falar do meu eu oculto.
Dizem que o meu outro ser não tem forma
ou que é um monstro desalmado,
só sei que sem ele o meu ser dócil
jamais saberia que é dócil,
talvez nem saiba que há realmente
um ser venenoso dentro deste meu coração oblíquo.
Quer saber quem é o meu eu taciturno e degradado
contra o qual luto diariamente
para que ele não tome conta da minha lucidez?
Pois vou revelá-lo:
é o meu ser poético.

poema de Edson



Obscuro

Não Mithos ao leitor,
Logos que a palavra me vem à mente,
liberto-a como a contradição
que me pressiona a favor do contra-senso.
Sou obscuro,
tão obscuro que chego a ofuscar
os que olham para mim,
é como se eu inspirasse
o amor ou a morte nos outros.
Fazendo isso,
eu os levo a um estado em que
todos se sentem como se estivessem
livres das pressões dos homens,
mantenho-os como na sua tenra infância,
faço-os mergulhar na sua própria obscuridade.
Sou o ópio da humanidade,
sou eu quem coloca o homem
no limiar da fantasia,
os encorajo a dizer sim,
ponho-os num mundo
no qual não mais querem voltar.
Minhas origens remontam o período
em queos primeiros homens se utilizaram de mim
para poder exprimir o que sentiam.
Meu poder de atração excede
o mais forte dos ímãs,
trato a todos como a irmãos
e mesmo assim minha solidão é imensurável.
Sou grotesco,
destruo tudo o que pode gerar a monotonia do belo,
inclusive a mim mesmo.

poema de Edson



O Mar da Tranquilidade

Sou um pobre no meio da turba,
tento expor minha biografia,
minha biologia é ultrapassada,
os meus olhos são dois livros abertos,
todos aqueles que os fitam
Por um momento se sentem
perdidos entrelinhas,
pois quem lê minhas pálpebras,
bebe da dislexia da minha alma.
Me vejo agora sobre uma falésia,
mirando o mar da tranqüilidade,
onde os falidos procuram ajuda;
Biodiesel, biosfera, please, pay my bill!
Sou um nômade no amor,
sou uma pedra que não criou limo,
pois as águas me impelem para lugares distantes.
Não quero morrer sozinho,
mesmo sabendo que vim ao mundo sozinho,
tão sozinho como uma gota no oceano

poema de Edson




Oprimo os opressores

O sarcasmo é o meu álibi
meu doce veneno expelido
O inverno está lá fora
me saudando com uma gélida briza
As árvores mortas e suas
folhas secas caídas pelo chão
abrem caminho à uma tarde
melancólica com gotas finas e frias
que caem do céu
Ah! oprimo os opressores
não lhes mostro misericórdia
tenho-os em minhas mãos
eles tremem ao meu ver
vou fazê-los engolir todo
o seu vômito, tudo aquilo
que eles fizeram para com os pobres
Eles serão apanhados em
suas próprias ações
Farei com que eles sejam
sepultados no fulgor da glória
suas vidas serão interrompidas
no auge das suas conquistas
Servirão de exemplo aos
que ousarem oprimir
os pobres de espírito.

poema de Edson

Um comentário:

  1. Parabens Edson,é uma grande obra,eu até o momento
    não conhecia direito a historia de Cicero Dantas
    se publicasse um livro com as suas manografias,tenho certeza que seria um sucesso voce é um excelente profissional.
    abraços Djakson.

    ResponderExcluir